Copyright 2022 - www.depcarlospimenta.com.br - Website desenvolvido pela Agência Objetividade
Quarta, 16 Agosto 2017 19:38

Crise da saúde pública no Norte de Minas foi tema de debate em Bocaiuva

Avalie este item
(1 Voto)
Daniel Protzner / ALMG Daniel Protzner / ALMG

A sobrecarga de responsabilidades na saúde sobre os municípios, além do atraso em repasses do Estado, comprometendo o funcionamento do Sistema único de Saúde, SUS foram, entre outros assuntos, temas de discussão da Audiência Pública realizada pela Comissão de Saúde na sexta feira, dia 08/08, em Bocaiuva.

O requerimento foi do deputado Carlos Pimenta, presidente da comissão que lamentou o descumprimento dos compromissos do Governo do Estado na saúde regional. “Foi decretada calamidade profissional em 126 hospitais de Minas. O Conselho Regional de Medicina, CRM, não reconhece esses locais como seguros para o médico exercer sua profissão”, afirmou o parlamentar, lembrando que, em 2016, o Estado aplicou 5,8% da receita líquida na saúde.

O evento contou com a participação de parlamentares, prefeitos, vices, vereadores e secretários municipais que reivindicaram a ampliação dos recursos para o setor e exigiram o pagamento das contrapartidas do Estado e da União. Carlos Pimenta lembrou que é preciso mobilizar para pressionar o governo do Estado em investir o que determina a legislação na saúde pública e tirá-la da situação de extrema dificuldade em que se encontra. “É necessário tratar com mais energia”, completou.

Foto: Daniel Protzner / ALMG

Além de Bocaiuva, a Comissão de Saúde pretende realizar outras duas audiências no Norte de Minas. Uma em Janaúba e outra em Salinas, para dar sequência aos debates e ouvir as lideranças e o povo dessas duas microrregiões. A proposta é elaborar documentos sobre as principais necessidades da saúde, com base nas audiências, e entregar ao governo estadual e federal, com pedido de providências urgentes.

O Norte de Minas pretende se mobilizar para pressionar o Governo do Estado a investir o que determina a legislação e tirá-la da situação de extrema dificuldade em que se encontra. Como o governo estadual é acusado de não pagar dívida de R$ 6 bilhões para prefeituras e hospitais, foi sugerido que prefeitos e vereadores ocupem o Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, depois a Assembleia Legislativa e até mesmo no Palácio do Planalto, em Brasília.

Lido 1997 vezes Última modificação em Quarta, 16 Agosto 2017 19:39

Endereços

 

Gabinete em Belo Horizonte

Endereço:

Rua Rodrigues Caldas, 30
Palácio da Inconfidência - gabinete 242
Santo Agostinho
Belo Horizonte - MG
CEP 30190921

Telefone: (31) 2108-7185

Email: dep.carlos.pimenta@almg.gov.br

 

Escritório político em Montes Claros

Endereço: Rua Coronel Luiz Pires, nº 84, sala 501 / bairro: Centro / Montes Claros - MG / CEP: 39400-106

Telefone: (38) 3081-9888