Copyright 2019 - www.depcarlospimenta.com.br - Website desenvolvido pela Agência Objetividade
Sexta, 26 Abril 2019 14:19

Crise no Santa Rosália, foi tema de Audiência Pública na Comissão de Saúde

Avalie este item
(5 votos)
Crise no Santa Rosália, foi tema de Audiência Pública na Comissão de Saúde Foto: Ricardo Barbosa / ALMG

Estamos vivendo um momento muito difícil da nossa saúde no Brasil, em especial no nosso estado”. A afirmativa é do deputado Carlos Pimenta ao comandar mais uma reunião na comissão de saúde da Assembleia de Minas, onde é presidente.

O encontro discutiu, desta vez, a situação financeira e a provável interrupção no atendimento do hospital Santa Rosália, em Teófilo otoni (Vale do Mucuri), por falta de pagamento do corpo clínico da Instituição.

De acordo com o parlamentar, o Santa Rosália é um hospital diferente na sua missão de representar toda uma região e ajudar à população, uma vez que atende 100% do SUS. “Por isso, se depender comissão de saúde, nós vamos tentar ajudar essa importante Instituição”, afirmou o deputado lembrando que, como o Santa Rosália, vários outros hospitais do Estado passam pela mesma situação.

O hospital, que em 2018 realizou mais de 5.800 cirurgias, foi apontado como a única alternativa para a população da região em algumas especialidades. O pagamento de um mês de salários dos médicos do Hospital Santa Rosália, evitou – no último momento – que a instituição fechasse suas portas na quinta-feira (25/4/19), deixando sem alternativa de atendimento cerca de um milhão de pessoas de 63 municípios dos Vales do Mucuri, Alto e Médio Jequitinhonha e São Mateus, nas divisas com o Espírito Santo e Bahia.

A ameaça de paralisação havia sido anunciada pelo diretor clínico do hospital, Marcos Antônio Amaral, que participou da audiência pública. Durante a reunião, na ALMG, o diretor informou que a direção-geral do hospital anunciou a quitação de uma das folhas de pagamento em atraso. Os médicos do Santa Rosália, segundo ele, têm duas folhas salariais pendentes em 2019 e mais três parcelas referentes a 2016, de uma negociação anterior que não foi cumprida. “Os médicos querem trabalhar, mas com dignidade”, afirmou o diretor.

Diversos deputados, presentes ao evento, salientaram que o problema do hospital de Teófilo Otoni vem de muitos governos estaduais. Presidente da Comissão de Saúde, o deputado Carlos Pimenta (PDT) lembrou que o Estado deve mais de R$ 11 bilhões ao setor de saúde. “Deve a municípios e a hospitais, comprometendo programas importantes. O que acontece no Mucuri, acontece em toda Minas Gerais”, afirmou o deputado.

Lido 181 vezes Última modificação em Segunda, 29 Abril 2019 14:33

Endereços

 

Gabinete em Belo Horizonte

Endereço:

Rua Rodrigues Caldas, 30
Palácio da Inconfidência - gabinete 242
Santo Agostinho
Belo Horizonte - MG
CEP 30190921

Telefone: (31) 2108-7185

Email: dep.carlos.pimenta@almg.gov.br

 

Escritório político em Montes Claros

Endereço: Rua Coronel Luiz Pires, nº 84, sala 202 / bairro: Centro / Montes Claros - MG / CEP: 39400-106

Telefone: (38) 3081-9888