Imprimir esta página
Quinta, 12 Março 2020 12:37

Comissão de Saúde da ALMG discute situação do coronavírus

Avalie este item
(1 Voto)
Comissão de Saúde da ALMG discute situação do coronavírus Foto: Luiz Santana / ALMG

O deputado estadual Carlos Pimenta comandou na Comissão de Saúde da Assembleia de Minas, audiência pública que discutiu medidas de prevenção, proliferação e o combate ao coronavírus.

Participaram do encontro, representantes do governo e servidores da área da saúde que apresentaram o panorama do combate ao coronavírus no Estado e o que está sendo feito para garantir o atendimento à população.

O parlamentar, que é presidente da comissão de saúde, cobrou para que o Estado assegure recursos para a saúde, principalmente diante da chegada do frio, quando há maior proliferação do vírus. “Para combater uma epidemia dessa magnitude é preciso recursos. O governo tem que destinar mais verbas para a Secretaria de Saúde, porque da forma que está, não está dando nem para atender o básico, quanto mais uma epidemia dessa grandeza”, questiona.

A Organização Mundial da Saúde já declarou pandemia para o novo coronavírus. O termo se aplica quando uma doença se dissemina mundialmente. No Brasil, foram confirmados 52 casos pelo Ministério da Saúde. Em Minas, há uma pessoa infectada pelo vírus, na cidade de Divinópolis, e outras 260 sob investigação. Segundo o Ministério da Saúde, até a última terça-feira (10), já haviam sido confirmados 34 casos de coronavírus em todo o País, sendo seis por transmissão local (São Paulo e Bahia). Atualmente, são monitorados 893 casos suspeitos e 780 foram descartados.

O risco de expansão da doença preocupa os parlamentares que durante a reunião, chamaram a atenção para a necessidade de se tomar os cuidados necessários nos hospitais, para que outros pacientes não sejam infectados. Outra preocupação é com relação as fake news que estão criando um alarde desnecessário. “Não adianta você se preocupar somente com o Hospital Eduardo de Menezes, apontado pelo estado para tratar do coronavírus, e que passa por problemas estruturais. Esse cuidado deve ser estendido a outros hospitais do Estado, sem nenhuma estrutura, para receber pacientes com coronavírus”, observa Carlos Pimenta.

A Secretaria de Estado de Saúde, SES, que esteve representada por Rebeca Reis, da subsecretaria de Vigilância em Saúde, garantiu que está seguindo, desde janeiro, todos os protocolos para evitar a proliferação do coronavírus. O governo também anunciou a compra de kits para a realização de exames diagnósticos e de equipamentos de proteção individual (EPIs) para as equipes que vão realizar o atendimento a pacientes contaminados ou com suspeita de infecção.

Requerimentos: Por causa de denúncias envolvendo o Eduardo de Menezes, de que o hospital não está preparado para uma epidemia de coronavírus, a Comissão de Saúde aprovou um requerimento do presidente Carlos Pimenta para uma visita ao órgão com o objetivo de verificar “in loco” a real situação do hospital, e se o mesmo está preparado para uma epidemia e se já foram feitas intervenções nesse sentido.

Outros seis requerimentos relativos ao assunto também foram aprovados na audiência, entre eles um que solicita ao secretário de Estado de Saúde informações sobre os valores destinados às ações de enfrentamento ao surto de coronavírus e outro com pedido de providências para capacitar os profissionais de saúde que vão atuar no enfrentamento da doença.

Lido 156 vezes Última modificação em Quinta, 12 Março 2020 17:45